quarta-feira, 18 de novembro de 2020

Com as mãos…

 É a motricidade fina que nos permite realizar tarefas que exigem mais precisão motora.

A motricidade fina é a capacidade de executar movimentos finos com controlo e destreza das mãos e dos dedos, produzindo movimentos delicados e específicos. É uma das competências que deve ser desenvolvida desde tenra idade. É, a partir deste tipo de coordenação que permite à criança dominar o ambiente e proporcionar competências para manusear os objetos.

Mas para que isso aconteça é importante deixar a criança explorar, descobrir coisas novas e experimentar novas formas de utilizar os objetos.

No entanto, podemos, e devemos, dar uma ajuda e com pequenas coisas, promover de uma forma consistente o desenvolvimento desses pequenos músculos que ajudarão as crianças nos movimentos de precisão.

Aliámos a motricidade fina às castanhas, à plasticina, aos materiais da sala e às tangerinas. Foi uma descoberta divertida e cheia de empenho.

Descascámos a tangerina do almoço a ouvir “O Primeiro Gomo de Tangerina” de Sérgio Godinho.



Mapa do Tempo

Quando se organiza sala (a pensar no tempo e no espaço) atribui-se à criança um papel ativo na sua aprendizagem e desenvolvimento, respeitando a espontaneidade de cada uma delas.

E o mapa do tempo surgiu da necessidade de registar o estado do tempo meteorológico e da descoberta dos dias da semana. E a história: “A lagartinha muito comilona” deu uma ajudinha.



 “Educar as crianças em idade pré-escolar significa dar-lhes constantes oportunidades para realizarem uma aprendizagem activa”.

Hohmann e Weikart

Sem comentários:

Publicar um comentário